Número de mortos devido à chuva já chega a quatro em SP

Ir em baixo

Número de mortos devido à chuva já chega a quatro em SP

Mensagem por Admin em Seg Jan 14, 2008 9:43 am

Número de mortos devido à chuva já chega a quatro em SP
Duas mortes foram em Jacupiranga, uma em Peruíbe e uma em São José dos Campos.
Há regiões do estado que só podem ser acessadas de barco.
Do G1, em São Paulo entre em contato




Já são quatro pessoas mortas devido à chuva que atingiu São Paulo no final de semana. As últimas duas vítimas foram encontradas por volta do meio-dia desta segunda-feira (14) na zona rural da cidade de Jacupiranga, a 260 km da capital paulista.



Segundo o ouvidor e controlador interno da prefeitura, Olindo Torquato, a casa das vítimas foi atingida por uma barreira que desabou. O casal, cujo nome não foi informado, morreu e um filho de 12 anos, que não estava no local na hora, sobreviveu. A prefeitura não sabe informar se as vítimas tinham outros filhos.



Também nesta segunda-feira, foi encontrado o corpo de um pescador que havia desaparecido em Peruíbe, no litoral sul, durante o temporal do sábado (12). Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o homem tentou resgatar um barco que estava sendo levado pela correnteza e acabou morrendo afogado. Seu corpo apareceu nesta manhã na praia do centro. Outros dez barcos que estavam ancorados no rio foram arrastados para o mar pela correnteza, segundo informou a prefeitura.



A quarta vítima da chuva foi uma senhora de 85 anos que morreu em São José dos Campos, a 91 km de São Paulo, na noite do sábado. Ela estava em sua casa quando o imóvel foi alagado. Segundo os bombeiros da cidade ela era doente e não conseguia andar.




Desabrigados

Quinze mil pessoas estão desabrigadas na Baixada Santista e no Vale do Ribeira por causa da chuva. Em Peruíbe, a Defesa Civil decretou estado de calamidade pública. Em Cajati e Jacupiranga, onde os problemas também são graves, as prefeituras devem decretar estado de calamidade pública nesta segunda-feira (14).


Só em Peruíbe são 1.200 desabrigados segundo informações da prefeitura. Eles foram alojados no Centro de Convenções e no Centro Comunitário do município. Em alguns bairros, o acesso só é possível de barco.



Em Cajati, no Vale do Ribeira, o rio Jacupiranguinha - que corta o município - transbordou e provocou alagamentos. No bairro Vila Vitória, muitas pessoas deixaram suas casas. Ao todo, 5 mil habitantes ficaram desabrigados. Em Jacupiranga, moradores precisaram de barcos para se locomover.




Abandono

Na Baixada Santista os problemas foram em São Vicente e Praia Grande. Moradores foram obrigados a deixar as casas. A chuva forte formou buracos nas ruas sem asfalto, verdadeiras armadilhas para motoristas e pedestres.

Para o coordenador da Defesa Civil do estado no Vale do Ribeira, as tempestades de verão são freqüentes nesta época do ano. O problema foi o volume de água em curto espaço de tempo.

Enchente

Moradores de Pariquera-Açu enfrentaram problemas também com as enchentes. Os motoristas se arriscaram para atravessar o centro da cidade. Foram três mil desabrigados. O prefeito deve decretar estado de emergência.

Em Ferraz de Vansconcelos, na Grande São Paulo, a chuva transformou casas em montes de entulho. A força da enxurrada derrubou muro e destruiu tudo o que havia pela frente. Para os moradores prejudicados, o consolo foi a solidariedade dos vizinhos. Enquanto uns lavavam a sujeira do carro, outros carregavam o que conseguiam.
avatar
Admin
Admin
Admin

Masculino Número de Mensagens : 311
Idade : 28
Localização : São Gonçalo\Rio de Janeiro
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário http://forumevagelico.forumeiros.net/portal.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum