ESMURRO O MEU CORPO!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ESMURRO O MEU CORPO!

Mensagem por Admin em Sex Jan 18, 2008 7:15 pm

ESMURRO O MEU CORPO!

Existe uma preocupação exagerada do ser humano pela conquista do corpo perfeito, onde os participantes extrapolam os limites do bom senso na busca dos resultados, que muitas vezes vêem acompanhados de sérias doenças físicas e complicações psicológicas.

Uma das doenças causadas pelo exagero culto ao corpo se identifica como “anorexia”, onde em especial, as mulheres evitam ingerirem alimentos objetivando não ganharem peso. Contudo, os homens têm uma postura contrária. Ficam obcecados em adquirem enormes músculos e para tanto, realizam exercícios físicos além dos limites, acompanhados muitas vezes de anabolizantes para acelerar o resultado.

Considerando tais circunstâncias, poderíamos afirmar que estas pessoas estão esmurrando seu corpo? Não tenho dúvidas que sim. Não somente o físico, mas também o psicológico que sofre os efeitos destes projetos inconseqüentes.

O corpo humano é formado por sistemas e órgãos responsáveis para conservar o bom equilíbrio físico e vida. Entretanto, para que este maravilhoso sistema cumpra seu propósito, é necessário oferecer a ele as condições básicas exigidas para uma vida saudável. Assim sendo, “esmurrar o corpo”, deixar de oferecer os alimentos balanceados e ou ingestões de drogas que aceleram o crescimento da musculatura, sempre vão ser métodos inconvenientes e perigosos que podem resultar em tragédias.

Contudo, o apóstolo Paulo disse: “Esmurro o meu corpo”. Em que contexto esta frase fez sentido na vida do apóstolo e continua valendo a nós os cristãos de hoje? Vamos conferir: “Mas esmurro o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado” – (I Coríntios 9:27).

O apóstolo Paulo ministra, antes de tudo, a ele mesmo, desferindo contra seu corpo golpes doloridos para privá-lo da omissão, fanatismo, e por fim a concupiscência da carne que afastam o homem de Deus.

Quando e como esmurrar o corpo de forma saudável e inteligente? Vamos ao manual de instrução da vida plena. A Bíblia cita muitos comportamentos que devem ser levados em conta no desenvolvimento do projeto que visa “esmurrar” o próprio corpo para alcançar a santidade. No entanto, quero destacar somente seis neste texto:

a) Abster-se da prostituição. Paulo faz a seguinte recomendação: “Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo” – (I Coríntios 6:18). “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição” – “I Tessalonicenses 4:3). “Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo, e fá-los-ei membros de uma meretriz? Não, por certo. Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só carne” – (I Coríntios 6:15,16).
b) Abster-se da idolatria. “Portanto, meus amados, fugi da idolatria” – (I Coríntios 10:14). “Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria” – (Colossenses 3:5).
c) Abster-se da mentira. “Suave é ao homem o pão da mentira, mas depois a sua boca se encherá de cascalho” – (Provérbios 210:17). “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira” – (João 8:44).
d) Abster-se da desobediência.”Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência” – (Efésios 5:6). “Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência” – (Colossenses 3:6). “Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência” – (Hebreus 4:11).
e) Abster-se da concupiscência. “Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus” – (I Tessalonicenses 4:4,5) . “Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências” – (Romanos 6:12). Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás” – (Romanos 7:7). “E os que são de Cristo crucificaram a carne (corpo), com as suas paixões e concupiscências” – (Gálatas 5:24).
f) Abster-se de falatórios inconvenientes. “Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo. Ora, nós pomos freio nas bocas dos cavalos, para que nos obedeçam; e conseguimos dirigir todo o seu corpo. A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno. Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?” – (Tiago 3).

Paulo ensina aos cristãos a necessidade de praticar a crucificação ininterrupta do velho e pecador homem juntamente com Cristo no calvário restaurador, para não mais servir ao pecado que objetiva oferecer “prazer” ao corpo e distanciamento de Deus.

Paulo não deixa dúvidas em relação ao trato em relação ao corpo, dizendo da necessidade de esmurrar o corpo por causa das tendências do físico em querer se amoldar às propostas malignas. Ele diz: “E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita. De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne. Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus” – (Romanos 8:11-14).

Tenha a coragem necessária para enfrentar e dizer não ao inferno, ao mundo e ao seu corpo a todas propostas que visam trazer “prazer” transitório e que te distancia do Deus Altíssimo, lembrando que, os efeitos passam e as seqüelas ficam. Amém?
avatar
Admin
Admin
Admin

Masculino Número de Mensagens : 311
Idade : 27
Localização : São Gonçalo\Rio de Janeiro
Data de inscrição : 10/12/2007

Ver perfil do usuário http://forumevagelico.forumeiros.net/portal.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum